PRAZO PARA SUBMISSÃO DE TRABALHOS: 

Início: 18 de abril de 2022

Término: 30 de junho de 2022

 

INFORMAÇÕES GERAIS:

  • Toda participante do congresso poderá inscrever trabalhos.
  • Estudantes de graduação poderão inscrever seus trabalhos nas modalidades pôster e/ou comunicação oral.
  • O link para inscrições de trabalhos será liberado após o pagamento da taxa de inscrição de participação.
  • Cada participante poderá estar inscrita em até 3 trabalhos e 2 oficinas como autora responsável pela inscrição.
  • Após a inscrição do trabalho, ele será encaminhado à comissão científica do evento para avaliação. Para acompanhar o andamento da avaliação de seu trabalho, acesse o sistema de inscrição.
  • O resultado da avaliação dos trabalhos será publicado no sistema de inscrição em até 30 dias após o cadastro da proposta de trabalho.
  • Todas as coautoras de trabalhos deverão estar inscritas no sistema de inscrição do congresso. O pagamento da taxa de inscrição deverá ser feito somente por aquelas que participarem do congresso. Não será feita restituição de pagamentos de inscrições.
  • Para inscrever seus trabalhos você deverá:

 

1) Escolher a modalidade para inscrição do trabalho (clique no tipo do trabalho e veja mais detalhes):

Pôster

Nessa modalidade, serão aceitos trabalhos relativos à pesquisa, ao ensino, à extensão e à prática profissional, podendo ser trabalhos em andamento ou já concluídos. Aberto à comunidade acadêmica (estudantes de graduação, de pós-graduação e pesquisadoras) e profissional. Para a submissão de trabalhos de estudantes de graduação, é necessária a indicação de coautoria de orientadoras e/ou supervisoras de campo.  Os melhores trabalhos apresentados na modalidade Pôster receberão menção honrosa.

Comunicação Oral

Nessa modalidade, serão aceitos trabalhos relativos a projetos de pesquisa e de extensão concluídos (para a apresentação de trabalhos de pesquisa e de extensão em andamento, indicamos submeter na modalidade Pôster). Os trabalhos podem ter como autoria estudantes de graduação e de pós-graduação, mestres e doutoras. Para a submissão de trabalhos de graduandas, graduadas e mestrandas, é necessária a indicação de coautoria de orientadora.

Conversando Sobre Práticas Profissionais

Essa modalidade é destinada a discussões sobre práticas profissionais relativas à formação e ao fazer psicológico cotidiano e suas possíveis interfaces com as demais áreas profissionais. Serão aceitos trabalhos desenvolvidos por psicólogas e profissionais de áreas afins. Os trabalhos deverão promover debates, considerando questões teóricas, metodológicas e éticas presentes no fazer da psicóloga e interfaces.

Conversando Sobre Pesquisas e Práticas Profissionais

Reúne 03 (três) pesquisadoras e/ou profissionais com a finalidade de debater uma mesma temática a partir de visões teóricas e metodológicas diferentes. A proponente é a coordenadora da atividade e também aquela que assume, durante a atividade, o papel de moderadora do debate. Esta atividade deverá ser proposta por uma doutora em psicologia ou área afim. A segunda integrante da mesa deverá possuir a titulação mínima de mestrado (profissional ou acadêmico). A terceira integrante da mesa deverá possuir a titulação mínima de graduação.

Oficinas

Atividades práticas ou vivências cujo objetivo é o aprimoramento e desenvolvimento profissional de psicólogas nos mais diversos campos de atuação. As proponentes (no máximo duas pessoas) deverão indicar, na inscrição da oficina, o número mínimo e máximo de participantes para sua efetivação, respeitando as condições de biossegurança no período de realização do evento. A oficina deverá ser realizada em uma de 02 (duas) horas.

 

2) Apontar um dos eixos do congresso:

Eixo 1 – História da psicologia: manutenções e subversões na ciência e na profissão

Este eixo tem como objetivo discutir a construção histórica da Psicologia no Brasil, tendo em vista a reflexão crítica sobre os aspectos ontológicos, epistemológicos, metodológicos, éticos e políticos deste campo de conhecimento e de prática profissional. Espera-se que os trabalhos desenvolvidos nesse eixo discutam a história da psicologia em articulação com os contextos sociais e políticos, problematizando a produção de conhecimento e de práticas profissionais construída nas diversas interfaces do campo. Também serão aceitos trabalhos que contemplam a história da psicologia em outros países da América Latina.

Eixo 2 – Psicologia, diversidade e direitos humanos: avanços e desafios para a ciência e profissão

Este eixo temático tem como objetivo discutir os aspectos formativos, a produção de conhecimento e as práticas profissionais da Psicologia em defesa dos direitos humanos e da diversidade sexual, racial, étnica e territorial, de forma articulada ao cenário de crise democrática, avanços dos conservadorismos, colonialidade e violências no Brasil contemporâneo. Espera-se que os trabalhos desenvolvidos neste eixo problematizem essas discussões de maneira crítica, considerando a defesa da democracia e a articulação entre teoria e prática.

Eixo 3 – Formação em psicologia: reflexões e ações para uma formação crítica

Este eixo temático tem como objetivo discutir os processos formativos em Psicologia, seja na graduação, na pós-graduação ou na formação continuada, que promovam uma visão crítica sobre as relações sociais, considerando o contexto de crise da democracia e de desafios para a ciência. Espera-se que os trabalhos submetidos para este eixo discutam os processos formativos levando em conta as condições histórico-sociais em que são desenvolvidos. Ademais, ressalta-se a importância da reflexão sobre a relação entre a psicologia e outras áreas científicas na problematização sobre os processos formativos.

Eixo 4 – O trabalho da psicóloga: práticas profissionais e produção de conhecimento

Este eixo temático tem como objetivo discutir as práticas consolidadas da Psicologia e as práticas emergentes focalizando as contribuições da Psicologia diante dos impactos da pandemia e das transformações e avanços das tecnologias da informação e da comunicação no século XXI. Espera-se que os trabalhos desenvolvidos neste eixo discutam, de maneira crítica, o trabalho do/a psicólogo/a frente àqueles desafios colocados na atualidade.

 

3) Definir uma área (esta lista será oferecida automaticamente no formulário de inscrição):

  • Análise Bioenergética
  • Avaliação Psicológica
  • Formação em Psicologia
  • História da Psicologia
  • Neuropsicologia
  • Orientação Profissional
  • Psicologia Clínica
  • Psicologia da aviação
  • Psicologia de Trânsito
  • Psicologia do Desenvolvimento
  • Psicologia do Esporte
  • Psicologia em Saúde
  • Psicologia Escolar/Educacional
  • Psicologia Hospitalar
  • Psicologia Jurídica
  • Psicologia Organizacional e do Trabalho
  • Psicologia Política
  • Psicologia Positiva
  • Psicologia Social
  • Psicoterapia